Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

quarta-feira, 3 de junho de 2015

As Inesgotáveis Riquezas do Sagrado Coração de Jesus (Ensaio em Fase de Conclusão) 5



Amorosas Mensagens do Coração de Jesus ao Mundo


1ª Mensagem

Ah! Se as almas soubessem como as espero cheio de misericórdia! Sou o Amor dos amores! E não posso descansar senão perdoando!

Estou sempre esperando com amor que as almas venham a Mim! Venham!... Atirem-se nos Meus braços! Não tenham medo! Conheço o fundo das almas, suas paixões, sua atração pelo mundo e pelos prazeres. Sei, desde toda a eternidade, quantas almas Me hão de encher o Coração de amargura e que, para grande número, Meus sofrimentos e Meu Sangue serão inúteis! Mas, como as amei, assim as amo... Não é o pecado que mais fere Meu Coração... O que O despedaça é não quererem as almas refugiar-se em Mim depois de o terem cometido. Sim, desejo perdoar e quero que Minhas almas escolhidas deem a conhecer ao mundo como Meu Coração, transbordando de amor e de misericórdia, espera os pecadores.

Queria também mostrar às almas que nunca lhes recuso a Minha graça, nem mesmo quando estão carregadas dos mais graves pecados, e que não as separo então daquelas que amo com predileção. Guardo-as todas no Meu Coração, para dar a cada uma os socorros que o seu estado reclama. Queria dar-lhes a compreender que não é pelo fato de estarem em pecado mortal que devem afastar-se de Mim. Não julguem que já não há remédio para elas e que nunca mais serão amadas como o foram outrora! Não, pobres almas, não são estes os sentimentos de um Deus que derramou todo o Seu Sangue por vós!

Vinde a Mim e não temais, porque Eu vos amo! Purificar-vos-ei no Meu Sangue e vos tornareis mais brancas do que a neve. Os vossos pecados serão mergulhados nas águas da Minha misericórdia e não será possível arrancar do Meu Coração o amor que vos tenho.

Vós, que estais mergulhados no mal e que há mais ou menos tempo viveis errantes e fugitivos por causa de vossos crimes... se os pecados de que sois culpados vos endureceram e cegaram o coração; se, para satisfazerdes às vossas paixões, caístes nos piores escândalos... ah! Quando vossa alma reconhecer o seu estado, e os motivos ou os cúmplices de vossas faltas vos abandonarem não deixeis que de vós se apodere o desespero. Enquanto tiver o homem um sopro de vida, poderá ainda recorrer à misericórdia e implorar perdão. Vosso Deus não consentirá que vossa alma seja presa do Inferno.

Pelo contrário, deseja, e com ardor, que dEle vos aproximeis para vos perdoar. Se não ousais falar-Lhe, dirigi para Ele vossos olhares e os suspiros do vosso coração e em breve vereis que Sua mão bondosa e paternal vos conduz à fonte do Perdão e da Vida!

Desejo que as almas creiam na Minha misericórdia, esperem tudo da Minha bondade e não duvidem nunca do Meu perdão. Sou Deus, mas Deus de amor! Sou Pai, mas Pai que ama com ternura e não com severidade.

Meu Coração é infinitamente Sábio, mas também infinitamente Santo, e como conhece a miséria e a fragilidade humana, inclina-se para os pobres pecadores com misericórdia infinita. Amo as almas depois que cometeram o primeiro pecado, se vêm pedir humildemente perdão. Amo-as ainda, quando choraram o segundo pecado e, se isso se repetir, não digo um bilhão de vezes, mas milhões de bilhões. Amo-as e perdôo-lhes sempre, e lavo no mesmo Sangue o último como o primeiro pecado!

Não Me canso das almas, e o Meu Coração sempre espera que venham refugiar-se Nele, por mais miseráveis que sejam. Não tem um pai mais cuidado com filho que é doente, do que com os que têm boa saúde? Para com este filho, não são maiores as suas delicadezas e a sua solicitude. Assim também o Meu Coração derrama sobre os pecadores, com mais liberalidade do que sobre os justos, a Sua compaixão e a Sua ternura.

Deem-me o seu amor e nunca desconfiem do Meu, e sobretudo Me deem a sua confiança e não duvidem da Minha misericórdia. É fácil esperar tudo do Meu Coração!1

Mensagem

Quero que Meu Amor seja o sol que clareia e o calor que aquece as almas. Por isso, desejo que deem a conhecer as Minhas Palavras.

Quero que o mundo inteiro leia o Meu Desejo ardente de perdoar e de salvar, que os mais miseráveis nada receiem!... que os mais culpados não fujam de Mim... venham todos!

Espero-os como um Pai, com os Braços abertos, para lhes dar a Vida e a verdadeira Felicidade!

Para que o mundo conheça a Minha Bondade, preciso de apóstolos que revelem o Meu Coração, mas que primeiro O conheçam... pois pode-se ensinar o que se ignora?

Devem, enfim, formar uma liga de Amor e, unindo-se todas no Meu Coração, implorar para as almas o conhecimento da verdade, a luz e o perdão.2

3ª Mensagem

Quero que o mundo conheça o Meu Coração. Quero que os homens conheçam o Meu amor. Sabem acaso o que Fiz por eles?... Eis que venho dizer-lhes que em vão procuram a felicidade fora de Mim, não a encontrarão.

A todos chamo, aos justos e aos pecadores, aos sábios e aos ignorantes, aos que mandam e aos que obedecem. A todos venho dizer: “Se quereis a felicidade, Eu sou a felicidade! Se desejais a paz, Eu sou a paz! Sou a Misericórdia e o Amor!”

Quero que este Amor seja o sol que ilumine e o calor que aqueça as almas.

Quero que o mundo inteiro Me conheça como Deus de Misericórdia e de Amor.

Quero que os homens saibam do Meu desejo ardente de lhes perdoar e de os salvar... Não se arreceiem os mais miseráveis! Não fujam para longe de Mim os mais culpados! Venham todos a Mim! Eu a todos espero como Pai, de braços abertos, para lhes dar a vida, a paz e a verdadeira felicidade!3

4ª Mensagem

Eu conheço tua miséria, as lutas, as aflições de tua alma, as fraquezas do teu corpo. Conheço também tua covardia, teus pecados e, apesar disso, Eu te digo: Dá-Me o teu coração. Amo-te como tu és!

Se tu esperas nisso: tornar-te um anjo para te entregares ao amor, tu nunca me amarás. Mesmo se também fores covarde no cumprimento de tuas obrigações e nos exercícios das virtudes, mesmo se caíres frequentemente naqueles pecados que não desejas mais cometer, Eu não te permito não Me amares! Ama-Me, como tu és!

Em cada momento e em qualquer situação em que te encontrares, no zelo ou na aridez, na fidelidade ou infidelidade: Ama-Me como tu és! Eu quero o amor do teu pobre coração; pois se esperas até que sejas perfeito, tu nunca Me amarás!

Não poderia Eu talvez de cada grão de areia criar um Serafim, irradiante de pureza, de nobreza, e de amor? Não sou Eu o Todo-poderoso? E se Me agradou deixar aqueles maravilhosos seres no Céu, para preferir o teu amor miserável – Não sou Eu o Senhor do Meu amor?

Meu filho, deixa-Me te amar. Eu quero o teu coração. Certamente Eu te transformarei com o tempo, contudo, hoje Eu te amo assim como tu és e Eu desejo, que também tu Me ames assim como tu és. Eu quero do abismo da tua miséria ver o teu amor se elevar.

Eu amo em ti também as tuas fraquezas, Eu amo o amor dos pobres e miseráveis. Eu quero que do miserável suba ininterruptamente o grande grito: Jesus, eu te amo!

Eu quero unicamente o canto do teu coração; Eu não preciso da tua sabedoria e dos teus talentos. Uma só coisa é importante para Mim: Ver-te trabalhar com amor!

Não são as tuas virtudes que Eu desejo. Se Eu tivesse que te dar tais virtudes – tu és tão fraco, isto só nutriria o teu amor-próprio. Porém, não te preocupes com isso. Eu poderia determinar grandes coisas para ti – não, tu serás o servo inútil, e Eu tomarei de ti até mesmo o pouco que tens, porque Eu te criei só para o amor.

Hoje me ponho mendigo na porta do teu coração – Eu o Rei dos reis! Eu bato e espero! Apressa-te para abrir-te para Mim! Não te desculpes com a tua miséria. Se conhecesses a plenitude da tua miséria, morrerias de dor.

O que feriria o Meu Coração seria ver que dúvidas de Mim e deixas de confiar em Mim. Eu quero, que tu também faças, só por amor a Mim, o mais insignificante ato. Eu conto contigo para que Me proporciones alegria.

Não te preocupes se tu não possuis nenhuma virtude – Eu te darei forças para isso. Se tu Me deres o teu amor, dar-te-ei tanto para que entendas o amar, muito mais do que possas imaginar. Pensa porém nisso: Ama-Me como tu és!

Eu te dei a Minha Mãe. Deixa tudo sim, tudo, para passares através do Seu Coração tão puro! Aconteça o que acontecer, não esperes tornar-te santo para te entregares ao amor; tu nunca Me amarias. – E agora vai.4


1Apelo ao Amor – Mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e sua mensageira, Soror Josefa Menéndez, Editora Santa Maria, Rio de Janeiro, passim. Texto extraído da obra Sagrado Coração de Jesus – Tesouro de Bondade e de Amor, João S. Clá Dias, pp. 7-9; 1ª Edição, Editora Parma Ltda., São Paulo, 2002.
2“Apelo ao Amor – Mensagem do Coração de Jesus ao Mundo e sua Mensageira, Soror Josefa Menéndez”, pp. 460 e 476; 2ª Edição, Editora Santa Maria, Rio de Janeiro, 1953.
3“Convite a uma Vida de Amor”, Sóror Josefa Menéndez, Cap. “Ouça o mundo e leia!...”, p. 73; 2ª edição, Livraria depositária Gráfica de Coimbra, Coimbra, 1948.
4Fonte: “Ecce Matter Tua”, Nr. 268 (Mons. Lebrum), traduzido do italiano. Outras revelações à alma agraciada não são conhecidas! Pode-se pedir este folheto ao WKS – Sekretariat D – 7955, Ochsenhausen, Postfach 1247 – Deutschland.


Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...