Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Revelações Proféticas 2

Nossa Senhora do Bom Sucesso 
à Madre Mariana de Jesus Torres



Nossa Senhora do Bom Sucesso,



de Quito, Equador (08/12/1634).




"Porque te faço saber que, do término do século XIX até um pouco mais da metade do século XX..., extravasarão as paixões e haverá uma total corrupção de costumes por reinar quase Satanás nas Seitas maçônicas, a qual visará principalmente à infância, a fim de manter com isto a corrupção geral. Ai dos meninos deste tempo! Dificilmente receberão o Sacramento do Batismo, nem o da Confirmação. O Sacra­mento da Confissão, só en­quanto permanecerem nas escolas católicas, que o Dia­bo porá todo empenho em destruir, valendo-se de pessoas au­torizadas.

... a Seita, havendo-se apoderado de todas as classes sociais, possuirá tanta sutile­za para introduzir-se nos ambientes domésticos que perderá as crianças e o Demô­nio se gloriará de alimentar-se com o requintado manjar dos corações dos meninos.

Nesses tempos infaustos mal se encontrará a inocência infantil. Desta forma per­der-se-ão as vocações para o Sacerdócio, e será uma verdadeira calamidade.

O mesmo sucederá com a Sagrada Comunhão. Mas, ai! Quanto sinto ao te manifes­tar que haverá muitos e enormes sacrilégios, públicos e também ocultos, de profa­nações à Sagra­da Eucaristia! Muitas vezes, nessa época, os inimigos de Jesus Cris­to, instigados pelo Demô­nio, roubarão nas cidades as Hóstias consagradas, com o único fim de profanar as Eucarísti­cas Espécies! Meu Filho Santíssimo Se verá joga­do ao chão e pisoteado por pés imundos.

... E o mais pungente nesse combate dar-se-á em razão de algumas religiosas in­cautas, que sob a aparência de virtude e zelo mal-intencionado, corroerão a existên­cia de sua Mãe, a Religião, que as aconchegou em seu seio. Assumirão elas sobre si grandíssi­mas responsabi­lidades, as quais, só por compaixão Divina, o fogo do Purgatório poderá purificar.

... Por este tempo o Sacramento da Extrema Unção, posto que faltará nesta pobre Pá­tria o espírito cristão, será pouco considerado. Muitas pessoas morrerão sem re­cebê-lo − seja por descuido das famílias, seja por um mal-entendido afeto para com seus enfer­mos, outros também por irem contra o espírito da Igreja Católica, impeli­dos pelo maldito Demônio −, pri­vando as almas de inumeráveis Graças, consolos e força, para darem o grande salto do tempo à eternidade. Contudo, algumas pessoas morrerão sem recebê-lo por justos e secretos casti­gos de Deus.

Quanto ao Sacramento do Matrimônio, que simboliza a união de Cristo com a Igre­ja, será atacado e profanado em toda a extensão da palavra. O maçonismo, que então rei­nará im­porá leis iníquas com o objetivo de extinguir esse Sacramento, facilitando a todos o viverem mal, propagando-se a geração de filhos mal nascidos, sem a bên­ção da Igreja. Irá decaindo ra­pidamente o espírito cristão, apagar-se-á a luz precio­sa da Fé até chegar a uma quase total e geral corrupção de costumes. Acrescidos ainda os efeitos da educação laica, isto será motivo para escassearem as vocações sacerdotais e religiosas.

O Sagrado Sacramento da Ordem Sacerdotal será ridicularizado, oprimido e despre­zado, porque neste Sacramento se oprime e conspurca a Igreja de Deus, e a Deus mes­mo, repre­sentado em seus Sacerdotes. O Demônio procurará perseguir os Mi­nistros do Senhor de todos os modos, e trabalhará com cruel e sutil astúcia para desviá-los do espíri­to de sua vocação, corrompendo a muitos deles. Estes que assim escandalizarem o povo cristão farão recair so­bre todos os Sacerdotes o ódio dos maus cristãos e dos inimigos da Igreja Católica Apostólica Romana. Com este aparente triunfo de Satanás, atrairão sofri­mentos enormes aos bons Pasto­res da Igreja, e à excelente maioria de bons Sacerdotes e ao Pastor Supremo e Vigário de Cris­to na terra, que, prisioneiro no Vaticano, derramará se­cretas e amargas lágri­mas na presença de seu Deus e Senhor, pedindo luz, santidade e perfeição para todo o Clero do Universo, do qual é Rei e Pai.

No Clero Secular haverá, nessa época, muito que desejar, porque os Sacerdotes se descuidarão do seu sagrado dever. Perdendo a bússola Divina, desviar-se-ão do ca­minho tra­çado por Deus para o Ministério Sacerdotal e apegar-se-ão ao dinheiro, em cuja obten­ção po­rão demasiado empenho...

Ademais, nesses infelizes tempos haverá um luxo desenfreado que, por ser laço de pecado para os demais, conquistará inúmeras almas frívolas e as perderá. Quase não se en­contrará inocência nas crianças, nem pudor nas mulheres, e, nessa supre­ma necessida­de da Igreja, calar-se-á aquele a quem competia a tempo falar... nes­ses tempos estará a at­mosfera saturada do espírito de impureza, que à maneira de um mar imundo correrá pelas ruas, praças e logradouros públicos com uma liberda­de assombrosa.

Quase não haverá almas virgens no mundo. A delicada flor da virgindade, tímida e ameaçada de completa destruição, luzirá longe. Refugiando-se nos claustros, en­contrará terre­no adequado para crescer, desenvolver-se e viver sendo seu aroma o encanto de Meu Filho Santíssimo e o para raio da ira Divina. Sem a virgindade seria preciso, para purificar estas ter­ras, que chovesse fogo do Céu.

... no fim do século XIX, avançando por grande parte do século XX, várias heresias se propagarão... E com o domínio delas, apagar-se-á nas almas a luz preciosa da Fé, pela quase total corrupção dos costumes. Nesse período haverá grandes cala­midades físicas e morais, públicas e privadas.

O pequeno número de almas que conservará oculto o tesouro da Fé e das virtudes so­frerá um cruel, indizível e prolongado martírio. Mui­tas delas descerão ao túmulo pela vio­lência do sofrimento e serão con­tadas como mártires que se sacrificaram pela Igreja e pela Pátria.

Para a libertação da escravidão destas heresias, aqueles a quem o amor misericor­dioso de Meu Filho Santíssimo destinará para esta restauração, necessitarão de grande força de vontade, constância, valor e muita confiança em Deus. Para pôr à prova esta Fé e confiança dos justos, haverá ocasiões em que tudo parecerá perdi­do e paralisado. Será, então, o feliz princípio da restauração completa..."(Revelações Proféticas de Nossa Senhora do Bom Sucesso à Madre Mariana de Jesus Torres, Concepcionista; cfr. "Vida Admirable de la Rvda. Madre Mariana de Jesus Torres, española y una de las fundadoras del Monasterio real de la Límpia Concepción en la Ciudad de Quito", escrita por el Rvdo. Padre Manuel Sousa Pereira de la Orden Seráfica de los Meno­res del Convento Máximo de S. Francisco de Quito en el Ecua­dor, Tomos I e II, 1934).




Não desprezeis as Profecias.



Examinai tudo;



abraçai o que for bom”



(1ª Tes. 5, 20-21).

Um comentário:

Ir. Francisco Palau da Sagrada Família, OTC disse...

Sei que esta postagem irá me causar grandes problemas, mas, que Nossa Senhora do Bom Sucesso e Madre Mariana sejam conhecidas, amadas e proclamadas nos quatro cantos da terra.

Alegrai-Vos, ó Virgem Maria!
Alegrai-Vos, mil vezes!

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...