Blog Católico, para os Católicos

"Uma vez que, como todos os fiéis, são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, os leigos têm a OBRIGAÇÃO e o DIREITO, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente através deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que, sem ela, o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito" (S.S. o Papa Pio XII, Discurso de 20 de fevereiro de 1946: citado por João Paulo II, CL 9; cfr. Catecismo da Igreja Católica, n. 900).

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Houve algum Santo que não teve algum Dom Extraordinário?


A s Graças Extraordinárias não fazem o homem melhor em si

Sim, houve e haverá sempre, pois a Perfeição Cristã não consiste em Carismas Extraordinários. Vejamos:
 
► São Francisco de Sales: “Vários Santos que estão no Céu nunca estiveram em êxtase ou arroubo de contemplação; porque quantos Mártires, e grandes Santos e Santas vemos na História, nunca terem tido na oração outro privilégio, senão o da Devoção e Fervor! Mas, nunca houve Santo que não tivesse o êxtase e arroubo da vida e da operação, vencendo-se a si mesmo e vencendo as suas inclinações naturais”(“Tratado do Amor de Deus”, Liv. VII, Cap. VII).

► R. Pe. João Batista Lehmann, S.V.D.: “São Roberto Belarmino foi sem dúvida alguma um dos maiores sábios de seu tempo, senão o maior, a quem a Igreja e quase todos os países da Europa devem serviços e benefícios incalculáveis. Embora não tivesse feito coisas extraordinárias, nem praticado atos de penitência como um São Luís de Gonzaga; embora a vida de religioso não se lhe visse acompanhada de Graças Místicas, pois, de relance seja dito, que em nada disto consiste a Perfeição Cristã; São Roberto Belarmino era um homem que só conhecia um ideal, e à realização deste ideal pertencia todo o seu ser: amar a Deus somente, e somente a Ele servir. Viver 79 anos sem cometer falta grave, conservar durante todo este tempo a pureza do coração, observar escrupulosamente os Santos Mandamentos e a Santa Regra, cumprir em tudo e sempre o dever, como Religioso, como Cardeal e Arcebispo, trabalhar sempre pela conservação da Fé, é coisa extraordinária, é heroísmo, é perfeição”(“Na Luz Perpétua”, Vol. I, 13 de Maio – Festa de S. Roberto Belarmino, S.J.; cfr. Reflexão).

Fonte: Acessar o ensaio "Elucidário sobre o Dom das Línguas" no link "Meus Documentos - Lista de Livros".

Nenhum comentário:

Redes Sociais

Continue Acessando

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...